Entre em contato e saiba mais

Zona oeste concentra imóveis grandes

Postado em 14/05/1990

Recentemente, em matéria sobre imóveis grandes da zona oeste da capital paulista, dois importantes empreendimentos Exto foram orgulhosamente mencionados pelo jornal Folha de São Paulo. O Parc Devant, localizado em Perdizes, se tornou o lar da família Lodi e nosso mais recente lançamento, o Clock Vila Romana, será a casa da família do médico Mario Filho. A satisfação e conforto de nossos clientes em cada um de nossos projetos é a nossa prioridade.

 

Confira abaixo a matéria completa:

 

Moradias mais espaçosas estão se tornando frequentes na zona oeste de São Paulo. Mais de um terço (34,3%) dos novos imóveis na região têm três ou quatro dormitórios —em toda São Paulo, estes apartamentos representam 25,3% da oferta total.

Segundo o Grupo Zap Viva Real, apartamentos com metragem maior são destaque principalmente na Vila Romana, onde 88% das unidades lançadas nos últimos cinco anos têm esse perfil.

São bairros com infraestrutura já consolidada, público de classe média alta e alta e terrenos disponíveis que comportam prédios com imóveis acima dos 150 metros quadrados, segundo Flávio Prando, vice-presidente de Intermediação Imobiliária e Marketing do Secovi-SP.

Para Francisco Neto, coordenador de parcerias da incorporadora MDL, há muito espaço para este tipo de construção até em bairros tradicionais da zona oeste, como Perdizes e Pinheiros.

“Essa é uma região com menor densidade demográfica em comparação ao resto de São Paulo”, afirma Neto.

A MDL é responsável pelo Art Cube, empreendimento em Pinheiros, entregue em 2016 com plantas de 145 ou 263 metros quadrados. O valor do metro quadrado é de R$ 10,3 mil.

O advogado Alessandro Lodi, 43, divide um dos apartamentos de 244 metros quadrados do Parc Devant, da construtora Exto, com a mulher, Márcia Lodi, 43, e os filhos Gabriel e Yasmin, de 24 e 18 anos.

Antes, a família Lodi morava em uma casa de 185 metros quadrados, mas os recintos não eram bem distribuídos. “Aqui, a amplitude do espaço permite que todos tenhamos nossa liberdade e individualidade, com direito até a quarto de hóspedes”, afirma o advogado.

O empreendimento, em Perdizes, tem 42 unidades com quatro suítes e cobertura dúplex. O preço médio dos apartamentos é R$ 3,5 milhões. Além de sistema de aquecimento solar, quadra de tênis e elevador com código de segurança, tem quatro vagas na garagem.

A Exto também é responsável pela construção do Clock Vila Romana, com entrega prevista para dezembro de 2020. São duas torres com 129 unidades de 145, 175 e 221 metros quadrados, além das coberturas. Os preços começam em R$ 1,9 milhão.

O espaço terá aquecimento solar para atender 40% da demanda do edifício, além de complexo aquático, pista de caminhada e um espaço para animais de estimação. A garagem, com três a cinco vagas por imóvel, terá espaço para um bicicletário.

“Minha família precisava de um espaço maior depois que tivemos nosso terceiro filho”, afirma o médico Mario Filho, 46, dono de uma das coberturas do Clock Vila Romana, com planta de 442 metros quadrados.

No Alto de Pinheiros, um desses empreendimentos é o Vanguarda, da Tegra, já entregue. São apartamentos com 128 a 157 metros quadrados, de dois e três dormitórios, com preço médio de R$ 1,27 milhão e R$ 1,57 milhão, respectivamente.

http://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/morar/2018/03/1962059-zona-oeste-concentra-imoveis-grandes.shtml 

Entre em contato
e saiba mais

Fale Conosco

x

Entre em contato através do telefone:


3724-9500